22/11/2011

Estória de Um Lar - Cristina Mel



É o começo de mais uma discussão
Outra vez os olhos tristes vão chorar
Tantas coisas são faladas sem razão
Nessa hora ninguém para pra pensar
Duas vidas e uma triste decisão
Não encontram forças pra continuar
Mesmo sem ouvir a voz do coração
Acham que a solução é separar

O pai abraça o filho e diz ao seu ouvido
Meu filho eu agora vou partir
E põe o pé no mundo
Se sente um vagabundo, não tem para onde ir
A mãe em desespero vivendo um pesadelo
De ver que a vida não tem mais valor
O lar em decadência, mais uma conseqüência
Da ausência do amor

É impossível aceitar a decadência de um lar
E ver desfeito o que Deus abençoou 
Pra que pensar em separar,
Se ainda existe uma chance pro amor
A esperança não morreu,
Nem o amor adormeceu
Nunca é tarde pra tentar recomeçar
Se Deus uniu os corações 
Ninguém no mundo pode separar